Angola e Cabo Verde vão facilitar concessão recíproca de vistos de curta e de longa duração

18 March 2012

Os governos de Angola e de Cabo Verde anunciaram sexta-feira na cidade da Praia a intenção da criação de um mecanismo que facilite a concessão de vistos de curta e de longa duração para os cidadãos de ambos os países, informou a agência noticiosa angolana Angop.

A proposta está a ser avaliada pelos grupos técnicos das delegações policiais dos dois estados que trabalham desde quinta-feira na cidade da Praia para a sua viabilização.

O director do Serviço de Migração e Estrangeiros de Angola, Freitas Neto, disse que neste acordo estão contemplados os vistos de curta duração (ordinários e de turismo) para múltiplas entradas ou contínua de 90 dias em cada um dos territórios, bem como os de longa duração (de trabalho) com uma vigência mínima de três meses e máxima de 36 meses.

Notou que para os vistos de curta duração serão beneficiários os cidadãos que se desloquem para o território contrário por razões de estudo, tratamento médico, prospecção de mercado e actividades técnico-científicas.

Já para os vistos de trabalhos podem ser contemplados trabalhadores que forem contratados por empresas públicas, privadas ou mistas.

O fluxo migratório de cidadãos nos dois países já é bastante considerável tendo a Taag, transportadora aérea angolana, uma frequência semanal para Cabo Verde que permitiu o transporte, só no primeiro trimestre do ano, de mais de 800 cidadãos angolanos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH