Empresa chinesa autorizada a fazer pesquisas sísmicas na bacia de Santos, no Brasil

19 March 2012

A BGP Brasil, subsidiária brasileira do grupo chinês BGP Marine, foi autorizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a efectuar pesquisas sísmicas marítimas 3D na bacia de Santos, de acordo com o jornal Estado de São Paulo.

O jornal acrescentou que o interesse das empresas chinesas pela exploração petrolífera no Brasil não pára de crescer, tendo o grupo Sinochem anunciado recentemente a compra de uma participação de 10% em cinco blocos marítimos da francesa Perenco na bacia do Espírito Santo.

A mesma empresa já tinha adquirido 40% no campo de Peregrino, da norueguesa Statoil, de 30% da unidade brasileira da portuguesa Galp Energia e 40% no braço brasileiro da espanhola Repsol.

Já a Sinopec é parceira da Repsol como operadora do campo Pão de Açúcar, na bacia de Campos, onde recentemente um teste registou um fluxo de 5 mil barris por dia de petróleo leve e 28,5 milhões de pés cúbicos por dia de gás natural.

Em Agosto de 2011, as parceiras Repsol e Sinopec anunciaram uma descoberta de indícios de petróleo na costa brasileira, na bacia de Santos, no bloco BM-S-44.

A petrolífera chinesa Sinopec anunciou no início do mês o começo das prospecções na jazida Pão de Açúcar, no Brasil, recentemente descoberta, e que a empresa opera com a espanhola Repsol. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH