Província de Sofala em Moçambique com 500 mil hectares para grandes investimentos

22 March 2012

A província de Sofala, na zona centro de Moçambique, dispõe de mais de 500 mil hectares de terra para receber grandes investimentos, indica um levantamento agro-ecológico tornado público na cidade da Beira pelo consórcio Rural Consult e pelo Ministério da Agricultura.

Trata-se efectivamente de 525 mil hectares de terra distribuídos pelos distritos de Búzi, Chemba, Chibabava e Dondo, locais que, de acordo com o levantamento, dispõem de condições potenciais para plantações florestais, agricultura e pecuária.

O estudo refere que podem ser desenvolvidas culturas de milho, arroz, cana de açúcar, pinhão-bravo e a criação de gado bovino e caprino.

O representante do Centro de Promoção de Investimentos (CPI) na província de Sofala, Américo Bento, disse quinta-feira à macauhub em Maputo que, além daquelas potencialidades, Sofala dispõe ainda de uma extensa costa, de cerca de 300 quilómetros.

Presentemente os maiores investimentos na província são nos sectores do açúcar, aquacultura, pescas, transportes terrestres, marítimos e serviços.

Ano passado foram aprovados três grandes investimentos para o sector de cimentos, aguardando-se neste momento os resultados dos estudos de impacto ambiental.

Trata-se dos projectos China Mozambique Cement Plant, para Cheringoma, avaliado em 98 milhões de dólares, Behold Cement Factory, cujo valor não foi divulgado e Cimentos da Beira, avaliado em 17,5 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH