Produtos tradicionais em processo de certificação em Cabo Verde

2 April 2012

O processo conducente à certificação de alguns produtos tradicionais de Cabo Verde como o queijo, a aguardente, o vinho e o café do Fogo está em curso, anunciou segunda-feira na cidade da Praia a ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortet.

A ministra falava na abertura do Curso em Boas Práticas de Fabrico no Sector Alimentar, promovido pela Agência de Regulação e Supervisão de Produtos Farmacêuticos e Alimentares (Arfa), em colaboração com o Ministério do Desenvolvimento Rural, as Nações Unidas e outros parceiros.

O objectivo, disse a ministra, é garantir a segurança sanitária dos produtos alimentares produzidos no território nacional, importados, distribuídos e comercializados para o consumo humano e animal.

Com este propósito, o ministério tem igualmente em curso, com apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) um projecto que visa proceder a análise de eventuais resíduos de pesticidas nos produtos agrícolas nas principais ilhas agrícolas, mantendo-os dentro dos limites razoáveis e definidos pelos padrões internacionais.

Eva Ortet fez saber ainda, que, recentemente, o seu ministério homologou a lista dos pesticidas, mais de 60% biológicos, tendo em conta a preocupação de se ter um produto com qualidade, e, neste mesmo âmbito, tenta introduzir e massificar novas tecnologias de produção como culturas hidropónicas e em estufas, visando reduzir o uso de produtos químicos nas culturas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH