Companhias aéreas de Moçambique continuam impedidas de voar para a Europa

4 April 2012

As companhias aéreas de Moçambique continuam proibidas de voar no espaço aéreo europeu por razões de segurança, informou a Comissão Europeia em comunicado terça-feira divulgado em Bruxelas.

A Comissão Europeia, que não avançou as razões para manter as companhias aéreas moçambicanas na lista negra, salientou que a proibição abrange “todas as transportadoras aéreas certificadas pelas autoridades da República de Moçambique responsáveis pela supervisão regulamentar”.

Há cerca de um ano, a Comissão Europeia publicou uma lista de companhias aéreas interditas ou sujeitas a operar com algumas restrições no espaço europeu na qual constavam as transportadoras moçambicanas, sendo o argumento apresentado para o banimento a preocupação relativamente à segurança das operações das transportadoras licenciadas em Moçambique.

A decisão da Comissão Europeia foi baseada nos resultados de uma auditoria realizada em Janeiro de 2010 pela Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO), que detectou várias irregularidades no cumprimento de alguns requisitos no processo de certificação de operadores aéreos, regulamentação aeronáutica, formação técnica e institucional.

A companhia aérea de bandeira de Angola, Taag, manteve nesta 19ª actualização da lista negra da União Europeia a possibilidade de continuar a voar para a Europa se bem que sujeita a um conjunto de restrições. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH