Angola vai voltar a ter indústria têxtil em Agosto de 2013

9 April 2012

Angola vai recomeçar a ter indústria têxtil em Agosto de 2013 quando as obras de recuperação e modernização da empresa Textang ficarem concluídas, ao abrigo de um projecto mais amplo que está a ser executado pelo grupo japonês Marubeni, de acordo com o Jornal de Angola.

O projecto, que envolve as empresas África Têxtil, Satec e Textang, fará com que esta última empresa inicie naquela data a fiação de algodão, tecelagem, tingimento e estampagem de tecidos, para mais tarde começar com a produção, acabamento e fabrico de vestuário.

Koichi Nagashima, director-geral da Marubeni, disse que a empreitada está a caminhar a “bom ritmo” e garantiu que a montagem do equipamento ficará concluída em meados de 2013, para que a fábrica têxtil possa recomeçar a funcionar em Agosto.

O espaço fabril, com uma dimensão de 30 mil metros quadrados, vai ser preenchido de máquinas e equipamentos de última geração de origem japonesa, fornecidas pela construtora Toyota.

À semelhança dos responsáveis da Marubeni, o secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel, disse acreditar no relançamento da indústria têxtil em Angola e salientou que a Marubeni, empresa contratada para executar este projecto, conseguiu obter um financiamento de 1,15 mil milhões de dólares para a recuperação e modernização das três unidades fabris. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH