Cervejas de Moçambique vai construir mais duas fábricas

9 April 2012

A Cervejas de Moçambique (CdM), subsidiária do grupo multinacional SAB-Miller, vai investir mais 124 milhões de dólares ao longo dos próximos dois anos, disse na passada semana em Maputo Grant Liversage, director-geral da empresa.

No decurso do encontro de apresentação de um estudo sobre o impacto sócio-económico da CdM realizado pelo escola francesa de gestão Insead, que concluiu que a empresa é de longe o maior contribuinte individual em Moçambique, Liversage precisou que aquele investimento irá ser aplicado na construção de duas fábricas cerveja, provavelmente nas províncias de Tete e Sofala.

O estudo do Insead revelou que a empresa pagou 2,98 mil milhões de meticais (cerca de 108 milhões de dólares ao câmbio actual) em 2010, o que representou 7,2% dos impostos cobrados pelo Estado moçambicano naquele ano.

Na ocasião, Grant Liversage informou que nos cinco meses desde o lançamento da cerveja Impala, produzida tendo por base a mandioca ao invés de malte, a fábrica de Nampula produziu 3 milhões de garrafas ou 15 mil hectolitros desta cerveja, tendo sido consumidas 880 toneladas de mandioca produzida por 550 agricultores. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH