Standard Bank da África do Sul pretende quadruplicar dimensão da rede em Angola

11 April 2012

O Standard Bank da África do Sul pretende quadruplicar a dimensão da sua rede em Angola até ao final do ano, país onde pretende dispor de 60 a 70 agências num prazo de três anos, disse em Luanda o administrador da instituição, Pedro Pinto Coelho.

Em declarações à agência financeira Reuters, Pinto Coelho adiantou que o banco dispõe actualmente em Angola de seis agências e pretende chegar ao final do ano com um número compreendido entre 20 a 25 para, no prazo de três anos, atingir 60 a 70 balcões em todo o país.

O Standard Bank, que está presente em 17 países africanos, obteve a licença bancária em Angola em 2009, país onde existem outros 21 bancos em funcionamento com os cinco primeiros, incluindo o estatal Banco Angolano de Investimentos e as instituições controladas pelos bancos portugueses Espírito Santo e BPI, a controlarem cerca de 80% do mercado.

Em Angola, o Standard Bank presta serviços bancários a particulares e a pequenas empresas mas a administração pretende centrar a sua actividade na banca de investimento empresarial em sectores de rápido crescimento como o petrolífero, de infra-estruturas e de produção e distribuição de produtos alimentares.

O banco sul-africano, que é controlado em 20% pelo Banco Comercial e Industrial da China, iniciou em 2011 um processo de abandono de mercados emergentes a fim de se concentrar no continente africano, tendo anunciado terça-feira ter vendido a sua participação no Standard Unlu, uma parceria na Turquia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH