Empresa da Zâmbia pretende construir oleoduto até à futura refinaria do Lobito, em Angola

12 April 2012

A empresa Basali Ba Liseli Resources da Zâmbia pretende construir um oleoduto ligando Angola à capital do país, Lusaca, quando a nova refinaria a ser construída em Angola entrar em funcionamento, informou quinta-feira a agência de promoção do investimento da Zâmbia.

A Zâmbia, o principal produtor africano de cobre, importa todas as suas necessidades em combustíveis do Médio Oriente através do porto de Dar-es-Salaam, a principal cidade da Tanzânia.

Citada pela agência financeira Reuters, a agência de promoção do investimento da Zâmbia informou ainda que a Basali Ba Liseli Resources construirá o oleoduto e restantes infra-estruturas de apoio a partir da refinaria da Sonaref no Lobito.

“A refinaria deverá iniciar a laboração com uma capacidade de processamento de 200 mil barris de petróleo em rama por dia, 90% dos quais serão consumidos em Angola e nos países vizinhos”, adiantou a agência, que acrescentou que a primeira fase da refinaria do Lobito deverá ser adjudicada no final de 2013 ou início de 2014.

A Zâmbia tem uma única refinaria com uma capacidade de processamento de 24 mil barris por dia que, no entanto, não dispõe de tecnologia para refinar o petróleo extraído em Angola. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH