Empresas portuguesas Soares da Costa e MSF vão construir projecto habitacional em Angola

15 April 2012

A empresa Sociedade de Construções Soares da Costa obteve o contrato para a empreitada de projecto e construção das habitações dos quadros da Angola LNG (1ª fase), no Soyo, em Angola, informou o grupo Soares da Costa em comunicado enviado ao regulador do mercado.

No documento divulgado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o grupo adiantou que a sua participada irá executar a obra em consórcio com a empresa MSF (Moniz da Maia Serra e Fortunato), sendo que as empresas terão uma participação de 50% cada.

A obra tem um prazo de execução de 36 meses e o valor total de adjudicação é de 252 milhões de dólares, o que representa um acréscimo de cerca de 19,5% à carteira de encomendas da Soares da Costa no mercado angolano.

O projecto destina-se a alojar os técnicos e respectivas famílias da unidade industrial de recolha e armazenagem e distribuição de gás natural da Angola LNG no Soyo, tendo os edifícios do respectivo complexo industrial sido já construídos também pela Soares da Costa.

O contrato prevê a construção de 317 habitações de várias tipologias, numa área habitacional total de cerca de 10 mil m2 e de diversas infra-estruturas e equipamentos de apoio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH