Missão nipo-brasileira satisfeita com condições existentes em Moçambique para o programa Prosavana

22 April 2012

A missão conjunta de empresários japoneses e brasileiros que visitou Moçambique na passada semana avaliou positivamente o potencial para o desenvolvimento agrícola na área identificada para acolher o projecto Prosavana, no Corredor de Nacala, de acordo com o diário Notícias, de Maputo.

Depois duma visita exploratória a Nampula e Niassa, a missão deu conta do forte compromisso das autoridades e motivação dos produtores, bem como a existência de infra-estrutura básica, sistema favorável ao investimento, acesso aos mercados, disponibilidade de recursos humanos e de consumidores internos e externos.

O chefe da delegação brasileira, Luíz Nishimori, disse que existem ainda alguns constrangimentos que precisam ser resolvidos para que o programa produza rapidamente resultados, nomeadamente a necessidade do estabelecimento da cadeia de valor, de desenvolvimento da tecnologia agrícola, do fortalecimento do sistema de extensão agrária e a consulta comunitária por causa das terras.

O Prosavana (Programa de Cooperação Triangular para o Desenvolvimento da Agricultura nas Savanas Tropicais em Moçambique) é um projecto através do qual se pretende o aumento da produtividade através da agricultura intensiva e extensiva com uma forte componente de transferência de tecnologia.

Tendo por base uma cooperação tripartida entre os governos de Moçambique, Brasil e Japão, o Prosavana pretende replicar nas savanas moçambicanas o êxito alcançado na utilização do chamado cerrado brasileiro para a produção agrícola. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH