Governo de Moçambique informou Japão das prioridades nacionais para o processo TICAD

26 April 2012

O governo de Moçambique comunicou quinta-feira ao seu congénere do Japão as prioridades nacionais que irá apresentar na V Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento Africano (TICAD V), a decorrer em 2013 na cidade de Yokohama, informou o matutino Notícias, de Maputo.

De acordo com o jornal, representantes de diferentes ministérios moçambicanos indicaram às entidades nipónicas os sectores de educação, saúde, agricultura, infra-estruturas, formação profissional, ciência e tecnologias como sendo os que têm potencial para reforçar o crescimento económico e o desenvolvimento sustentável.

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Eduardo Koloma, que também participou na VII Sessão do Diálogo Político entre Moçambique e o Japão, disse na ocasião que aquelas são algumas das áreas em que Moçambique já tem beneficiado da assistência japonesa, incluindo créditos do Banco do Japão para a Cooperação Internacional.

Numa análise ao actual estágio das relações de cooperação entre os dois países, Eduardo Koloma afirmou que elas se desenvolvem de forma satisfatória nos diferentes domínios, contribuindo também para o relançamento das consultas no domínio político-diplomático.

Por seu turno, o embaixador do Japão em Moçambique, Heiji Hashimoto classificou o encontro de “importante, por que permite manter e melhorar o processo TICAD para o desenvolvimento económico e social de Moçambique.” (macauhub)

MACAUHUB FRENCH