Carregamento de carvão no porto da Beira, em Moçambique, diminui de 35 para 2 dias

6 May 2012

O tempo de espera para o carregamento de navios com um máximo de 35 mil toneladas de carvão diminuiu de 35 dias para apenas 2, na sequência da entrada em funcionamento do terminal provisório especialmente construído no local, disse José Otoni, um quadro da Vale Moçambique.

Citado pelo matutino estatal Notícias, de Maputo, Otoni disse ainda que 14 navios já carregaram entre 30 mil e 35 mil toneladas de carvão cada para a exportação tendo o primeiro carregamento realizado através de tapete rolante tido início no dia 20 de Fevereiro passado.

O terminal provisório de carvão, que dispõe de capacidade para processar 6 milhões de toneladas por ano, vai processar este ano cinco milhões de toneladas, dos quais quatro da Vale Moçambique e o restante milhão de toneladas do grupo Rio Tinto que já colocou no porto da Beira os primeiros dois comboios carregados de mineral.

Entre Setembro e Outubro próximos, de acordo com as previsões, o porto da Beira vai receber os primeiros dois navios de maior calado com capacidade de transportar até 70 mil toneladas cada.

O director executivo da empresa estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique-Centro, Cândido Jone, disse estarem a decorrer negociações em fase bastante avançada para o financiamento das obras do futuro terminal de carvão, a ficar localizado na região norte do porto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH