Empresa de capitais chineses explora areias pesadas em Moçambique

9 May 2012

A empresa moçambicana de capitais chineses Haiyu Mozambique Mining Company vai iniciar ainda este ano a extracção e processamento de minérios no projecto de exploração de areias pesadas de Sangage, no distrito de Angoche, província de Nampula, afirmou o director da empresa.

Em declarações ao matutino Notícias, de Maputo, Han Fen Guang disse que o cronograma para a implantação do projecto está a ser cumprido na íntegra pelo que ainda este ano a empresa vai começar a extrair zircão, ilmenite e rutilo.

Além da ampliação da linha de transporte de energia eléctrica numa extensão de pelo menos 27 quilómetros, a empresa está a proceder à instalação e montagem de uma subestação de 10 mil watts e abertura de acessos até à região mineira.

O Notícias adiantou que a entrada em funcionamento deste projecto deverá criar cerca de 800 postos de trabalho que, de acordo com o administrador do distrito, Rodrigues Artur Ussene, serão importantes para a economia da região.

Além dos empregos que irá criar, este projecto vai garantir, no âmbito das suas obrigações sociais, o fornecimento de energia eléctrica da rede nacional 24 horas ao dia a cerca de 12 mil habitantes da localidade de Sangage e arredores, serviços ligados ao abastecimento de água potável e melhoria da rede escolar. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH