Moçambique deverá atrair 1,4 mil milhões de dólares anuais em investimento nos próximos 5 anos

14 May 2012

Moçambique está no Top 15 da lista dos países africanos com maior número de projectos de investimento directo estrangeiro (IDE) entre 2003 e 2011, ocupando a 14ª posição, com 96 projectos ou 19% do total, de acordo com um estudo da empresa de consultoria Ernst & Young.

Citado pelo jornal português Sol, o estudo da Ernst & Young indica que nos próximos cinco anos Moçambique deverá acolher uma média anual de IDE de 1,4 mil milhões de dólares e que deverá criar oito mil novos empregos.

A África do Sul é o país que mais projectos de IDE efectuou em Moçambique, seguida de Portugal, do Reino Unido, da Índia e do Brasil, sendo que em termos de criação de empregos a lista é liderada por Portugal, seguido da Índia, dos Estados Unidos da América, da África do Sul e do Reino Unido.

No caso de Moçambique, o documento da Ernst & Young destaca que a sua economia é “das que mais tem crescido nos últimos dez anos”, sublinhando as “melhorias significativas que têm sido feitas nos sectores da educação e infra-estruturas”.

A lista da Ernst & Young é liderada pela África do Sul, que recebeu 827 projectos de IDE entre 2003 e 2011, a que se seguiram Egipto, Marrocos e Argélia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH