Bens produzidos em Moçambique vão passar a apresentar código de barras

22 May 2012

As embalagens dos bens produzidos em Moçambique vão passar a conter código de barras ainda este ano, anunciou terça-feira em Maputo o coordenador de comunicação do Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas.

À margem da apresentação do programa da 3ª Feira Internacional da Embalagem, Domingos Carlos disse que na próxima semana a GS1, organização internacional que define os padrões de comunicação e codificação de produtos no mundo, vai divulgar os resultados da proposta apresentada por 275 empresas que trabalham em Moçambique sobre a criação de código de barras no país.

Domingos Carlos disse ainda que o resultado da candidatura de Moçambique a país com um código que melhor identifique o produto como sendo nacional será apresentado na Colômbia, durante a assembleia-geral da GS1.

“Durante o período de candidatura, se há algo para corrigir eles comunicam e, com até ao momento não disseram nada, estamos em condições de assumir que a candidatura vai ser aprovada”, disse Domingos Carlos.

Segundo aquele responsável, Moçambique perde anualmente cerca de 200 milhões de dólares para importar, especialmente da África do Sul, embalagens a serem usadas nos produtos feitos no país.

Há anos, o Ministério da Indústria e Comércio de Moçambique lançou o selo “Made in Moçambique – Orgulho Moçambicano”, um timbre que distingue a qualidade de produtos produzidos localmente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH