Terminal de carvão é inaugurado no porto da Beira, em Moçambique

3 June 2012

Um novo terminal de carvão é hoje, segunda-feira, inaugurado no porto da Beira, província de Sofala, empreendimento que visa permitir o escoamento das exportações de carvão dos grupos mineiros brasileiro Vale e anglo-australiano Rio Tinto, informou o jornal Notícias, de Maputo.

O novo terminal, cujo projecto de construção se iniciou em Setembro de 2010, exigiu até á data 200 milhões de dólares, valor que inclui intervenções de engenharia, construção civil, obras mecânicas e eléctricas, bem como a aquisição de equipamentos para o processamento e embarque de carvão e controlo de qualidade ambiental.

Em comunicado, a empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), proprietária do terminal, informou que a Vale e a Rio Tinto vão usar a facilidade no processamento da sua produção mineira durante os próximos sessenta meses, estando a operação do terminal a cargo da firma Cornelder Moçambique.

Nos termos do contrato de operação, indica o comunicado, a Cornelder poderá, por sua vez, contar com parcerias de terceiros que tenham experiência na operação de carga a granel, de forma a garantir uma óptima utilização da capacidade disponível no terminal.

O investimento realizado no terminal de carvão inclui a construção de raiz de um terminal de carga, linhas de manobra de comboios, adequação do cais para navios de transbordo, incluindo os seus descarregamentos.

O terminal de carvão do porto da Beira faz parte dos investimentos realizados pelos CFM no âmbito da reconstrução da linha de caminho-de-ferro do Sena, considerada como um corredor fundamental para o escoamento de carvão e de outros bens e produtos ao longo do vale do Zambeze.

Os utilizadores deste terminal vão partilhar a capacidade útil daquela infra-estrutura na proporção de 68% para a Vale e 32% para a Rio Tinto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH