Porto da Beira, em Moçambique, tem novo terminal de carvão

4 June 2012

O novo terminal de carvão do porto da Beira, uma parceria entre a empresa pública Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), Vale Moçambique e Rio Tinto, duas companhias mineiras que exploram carvão na província central de Tete, foi segunda-feira inaugurado.

Com um investimento de 200 milhões de dólares, o novo terminal, com uma capacidade de até seis milhões de toneladas por ano, tem um sistema moderno de recepção e descarregamento de vagões, armazenamento de carvão e carregamento de navios.

O novo terminal resultou da remodelação de um que se encontrava fora de uso, onde foram efectuadas obras que incluíram a construção de pátios ferroviários para comboios de 42 vagões e 600 metros de comprimento.

Os sistemas de armazenamento e de transporte interno instalados permitem o armazenamento de 300 mil toneladas de carvão e uma capacidade de manuseamento de carvão que propicia a redução no tempo de embarque de sete para dois dias, considerando navios de 35 mil toneladas.

O presidente da CFM, Rosário Mualeia, disse na ocasião que o terminal representa mais um passo para satisfazer as necessidades de exportação do carvão para os mercados asiáticos e americanos e salientou haver planos no sentido de se construir um novo terminal de carvão naquele porto, numa área de 64 hectares.

Recentemente, a CFM procedeu à dragagem do canal de acesso ao porto da Beira, com um custo de 39 milhões de dólares, permitindo a atracação de navios com capacidade até 70 mil toneladas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH