Diversificação da economia de Angola custará 604 mil milhões de dólares

7 June 2012

O esforço financeiro necessário para diversificar a economia angolana e fazer com que em 2025 esteja menos dependente do petróleo foi estimado em 604 mil milhões de dólares, de acordo com um documento quarta-feira apresentado em Luanda pela Universidade Católica de Angola.

Preparado pelo Centro de Estudos e Investigação Científica (Ceic) daquela universidade, o Relatório Económico de Angola 2011 adianta que aquele montante é o necessário para fazer com que Angola esteja menos dependente do petróleo e esteja centrada na economia industrial em transição para uma economia de serviços.

Os sectores com peso no processo de diversificação, de acordo com o estudo são a agricultura, florestas e pescas com 16,5% do Produto Interno Bruto (PIB), indústria transformadora, construção e energia com 37,5% do PIB, comércio, transportes, banca, seguros e telecomunicações com 24,5% do PIB e 18,7% para a extracção de petróleo.

A taxa média de crescimento do PIB admitida neste relatório, citado pela agência noticiosa angolana Angop, é de 9,5% ao ano, com os parciais de 13,9% para o conjunto agrícola, 21% para o agregado industrial e da construção, 11,5% para os serviços e 2,5% para o petróleo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH