Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola vai reforçar posição no capital do Banco Comercial Português

14 June 2012

A administração da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) vai aproveitar o aumento de capital do Banco Comercial Português para reforçar a posição accionista do grupo estatal angolano na instituição financeira, informou o jornal português Diário Económico.

O banco está a preparar um aumento de capital de 500 milhões de euros que, em caso de não comparência dos accionistas, será tomado firme pelo Estado português ao preço quatro cêntimos por acção.

Mas os accionistas de referência do banco, salvo algumas excepções, vão participar no reforço de capital para evitar a diluição das suas posições, evitando também a entrada no Estado português no capital do maior banco privado português.

No caso da Sonangol, o maior accionista do BCP, o Diário Económico informou que a estatal angolana vai aproveitar a operação para reforçar a sua posição que, no final de 2011, excedia 11%, através da compra de direitos de outros accionistas de referência ou mesmo de pequenos accionistas.

O BCP é uma das cotadas portuguesas com maior dispersão de capital, contando actualmente com mais de 180 mil accionistas.

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) já tem autorização do Banco de Portugal para reforçar até 20% a sua participação no capital social do BCP. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH