Moçambique vai criar centro de investigação científica do caju

26 June 2012

Moçambique vai dispor a prazo de um centro especializado na investigação científica de toda a cadeia de produção e comercialização do caju, visando melhorar o desempenho das diferentes fases do subsector, informou recentemente a directora do Instituto Nacional do Caju (Incaju).

De acordo com o Diário de Moçambique, jornal que se publica na cidade da Beira, Filomena Maiopué informou ainda que o centro deverá vir a ser construído na província nortenha de Nampula e ser coordenado pelo Instituto Agrário de Moçambique (IAM), entidade que responde pela área de pesquisa no Ministério da Agricultura.

No decurso de uma reunião realizada no distrito do Dondo, em Sofala, a directora do Incaju disse que, para o efeito, deslocou-se a Moçambique um consultor tanzaniano que se encarregou da elaboração do desenho das necessidades para a instalação do referido centro.

O centro vai igualmente dedicar-se ao estudo do mercado do caju, visando a diversificação deste, ao invés de se depender exclusivamente das exportações para a Índia.

Para a próxima campanha, irão ser distribuídos pelos produtores cerca de três milhões de mudas de cajueiros, devendo as exportações de castanha de caju situar-se entre 75 mil e 80 mil toneladas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH