Grupo chinês State Grid vai criar um centro tecnológico em Portugal

3 July 2012

O grupo chinês State Grid vai investir 12 milhões de euros na criação de um centro tecnológico em Portugal, nos termos de um memorando de entendimento assinado terça-feira em Pequim com a empresa Redes Energéticas Nacionais (REN).

“É uma oportunidade para termos conhecimento, tecnologia e colaboração entre empresas e universidades, através de uma grande companhia internacional que aposta em Portugal”, disse o ministro português de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, após a assinatura do memorando.

O acordo foi assinado na sede da State Grid, em Pequim, pelos presidentes da REN e da State Grid International, Rui Cartaxo e Zhu Guangchao, respectivamente.

Com cerca de um milhão e meio de trabalhadores, a State Grid, considerada uma das dez maiores empresas do mundo, comprou este ano ao Estado português 25% do capital da REN por 287 milhões de euros.

O outro memorando de entendimento assinado entre os presidentes da State Grid International e da REN diz respeito à criação de empresas mistas de consultoria no Brasil.

O ministro Paulo Portas iniciou no sábado passado em Xangai uma visita de oito dias à China, a primeira de um ministro do actual governo português, acompanhado por mais de cinquenta empresários.

A visita à China termina no próximo domingo, 8 de Julho, em Macau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH