Grupo Rio Tinto está a pesquisar depósitos de areias pesadas em Moçambique

3 July 2012

O grupo mineiro anglo-australiano Rio Tinto está a pesquisar depósitos de areias pesadas nas províncias de Inhambane e Gaza, disse terça-feira em Maputo o director executivo de operações do grupo, Andrew Woodley.

De acordo com a agência noticiosa moçambicana AIM, Woodley, que usava da palavra durante a III Conferência Internacional do Carvão, evento a decorrer terça e quarta-feira em Maputo, escusou-se a avançar mais pormenores sobre o assunto que, caso avance, vai juntar-se aos projectos de exploração de areias pesadas de Chibuto, na província de Gaza, e de Moma, em Nampula.

No entanto, aquele responsável disse que o grupo Rio Tinto está a realizar estudos que poderão comprovar a viabilidade de até quatro minas de carvão de grandes dimensões na província de Tete.

Uma das referidas minas tem que ver com o projecto do Zambeze, “que está em fase avançada” e onde o grupo “acredita poder estar a produzir o primeiro carvão já em 2016”, tendo Woodley acrescentado que “o Zambeze tem um perfil de crescimento de produção muito forte, que pode atingir mais de 30 milhões de toneladas de carvão não-processado por ano”.

O director executivo de operações do grupo Rio Tinto informou ainda ter sido apresentado em 2011 um pedido de concessão mineira para a exploração do Projecto Zambeze, que deverá vir a “segunda mina do grupo na região”.

O grupo Rio Tinto iniciou na semana passada a exportação de carvão extraído em Moçambique, com o envio de 34 mil toneladas para a Índia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH