Angola contraiu 500 milhões de dólares em empréstimos junto do Banco ExIm da China

8 July 2012

O governo de Angola assinou sábado com o Banco de Exportações e Importações (ExIm) da China 17 acordos de empréstimos no montante de 500 milhões de dólares para financiar diversos projectos de reconstrução, informou o ministro das Finanças de Angola.

Em declarações à agência noticiosa francesa France-Presse (AFP), o ministro Carlos Alberto Lopes disse que o dinheiro agora angariado vai ser utilizado na construção de hospitais e em projectos de abastecimento de energia e de água potável em oito das províncias de Angola.

“A assinatura destes acordos reflecte o interesse da China em apoiar Angola a prosseguir no seu processo de reconstrução nacional e de desenvolvimento da economia”, disse o vice-presidente do Banco ExIm Liu Chen.

Desde 2002, final da guerra civil, a China já concedeu já concedeu a Angola quase 15 mil milhões de dólares em crédito, através de três bancos estatais – Banco de Exportações-Importações da China, Banco Comercial e Industrial da China e o Banco de Desenvolvimento da China.

Angola, que é um dos principais produtores de petróleo de África juntamente com a Nigéria, paga os empréstimos com petróleo, o que fez do país o segundo, e por vezes o primeiro, fornecedor da China depois da Arábia Saudita. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH