Governo de Moçambique em vias de aprovar estratégia de migração para digital

10 July 2012

O governo de Moçambique deverá aprovar em breve a estratégia a ser adoptada no que se refere à migração do sinal analógico de rádio e de televisão para digital bem como os custos inerentes ao processo, afirmou terça-feira em Maputo o porta-voz do Conselho de Ministros.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, o porta-voz e vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Henrique Banze disse que o processo de migração está dentro dos prazos e adiantou que tudo está a ser feito no sentido de garantir uma transição tranquila que deve acontecer em 2015.

Um aspecto que está por decidir tem a ver com o licenciamento do operador que vai gerir o processo, tendo Henrique Banze informado ter sido dada autorização em Abril para se fazer o leilão e o Instituto de Comunicações de Moçambique aprovado os termos que vão regular o processo das operadoras.

O maior desafio, para a grande maioria dos países pouco desenvolvidos como Moçambique, é a escolha técnica-económica-social-política do padrão de modulação de sinais.

Os padrões existentes são o norte-americano (identificado pela sigla ATSC), o europeu (identificado pelas siglas DVB-T e DVB-T2), o japonês (identificado pela sigla ISDB-T), o chinês (identificado pela sigla DTMB) e uma variante do padrão japonês melhorada pelo Brasil (identificado pela sigla SBTVD-T). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH