Banco Nacional de Angola vai publicar identidade das empresas que desrespeitarem o regulamento cambial

11 July 2012

O Banco Nacional de Angola (BNA) vai começar a publicar o nome das empresas que transgredirem o novo regulamento que define as modalidades de liquidação cambial das operações de importação e exportação de mercadorias, disse terça-feira em Luanda um quadro do banco central.

Citada pelo Jornal de Angola, a directora do Departamento de Controlo Cambial do BNA, Marília Poças, referiu, no decurso de um seminário sobre operações cambiais que têm sido detectadas “irregularidades” em algumas facturas que dão entrada nos bancos comerciais, onde é possível verificar-se a ausência da descrição das mercadorias a importar ou exportar, o nome e morada do importador e a declaração da origem da mercadoria.

“São situações que hoje queremos acautelar e os bancos comerciais não podem efectuar pagamentos sem que, no entanto, esses elementos estejam claramente organizados”, alertou.

Para se ajustar ao novo regulamento, adianta o Jornal de Angola, foram inseridos dois programas informáticos – o Sistema Integrado de Comércio Externo (Sicoex) e o Sistema Integrado de Operações Cambiais (Sinoc) – que facilitam o acompanhamento das operações de importação e exportação de mercadoria e respectiva liquidação cambial.

“Este sistema interage com várias instituições e permite a troca e partilha de informações entre o Ministério de Comércio, o BNA, o Serviço Nacional das Alfândegas, os Bancos Comerciais e os Despachantes oficiais”, disse uma fonte citada pelo jornal. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH