Royal Dutch Shell desistiu da compra da Cove Energy

16 July 2012

O grupo anglo-holandês Royal Dutch Shell anunciou segunda-feira que não participará no leilão final para adquirir a empresa irlandesa Cove Energy, deixando o caminho aberto ao grupo PTT Exploration & Production PLC da Tailândia.

Na sexta-feira, o regulador do Reino Unido, Takeover Panel, anunciou que os dois grupos tinham até segunda-feira para convencerem os accionistas da Cove Energy das vantagens das respectivas ofertas de compra, de 220 pence por acção no caso da Royal Dutch Shell e de 240 pence no caso da PTT Exploration & Production, ou de 1,7 mil milhões de dólares e 1,9 mil milhões de dólares, respectivamente.

Caso o processo não ficasse concluído nesse dia, a venda da Cove Energy seria decidida num leilão a ser realizado hoje, terça-feira, pondo assim termo a uma batalha longa de meses pela empresa irlandesa.

Um porta-voz do grupo informou que a Royal Dutch Shell não iria alterar a sua proposta de compra da Cove Energy e disse ainda que o grupo não participaria em qualquer leilão.

A decisão teve por base considerações comerciais, adiantou o porta-voz, e decorreu do processo de avaliação do valor de mercado da Cove Energy bem como do potencial dos activos da empresa.

O interesse manifestado na aquisição da Cove Energy, cujos accionistas colocaram a empresa à venda em Dezembro de 2011, decorre de uma participação de 8,5% num campo petrolífero na bacia do Rovuma, em Moçambique, operado pelo grupo norte-americano Anadarko Petroleum, com 36,5%.

Os restantes parceiros nesse bloco, onde foram já descobertas reservas de gás natural de dimensão mundial, são a Mitsui & Co do Japão, com 20%, as empresas indianas Bharat Petroleum Corp. e Videocon Industries Ltd. com 10% cada e a empresa estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos com 15%. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH