Australiana Kimberley Rare Earths descobriu depósitos potenciais de terras raras em Moçambique

17 July 2012

A australiana Kimberley Rare Earths descobriu uma nova área com potencial para a existência de óxidos de terras raras em Malilongue, província de Tete, em Moçambique, informou terça-feira a empresa em comunicado divulgado pela Bolsa de Valores da Austrália.

A empresa iniciou há alguns meses a prospecção em Malilongue, com a região de Chigaio, onde foram agora detectadas anomalias metálicas significativas, a situar-se a apenas nove quilómetros da região Vundu onde anomalias reveladoras da existência de terras raras foram recentemente encontradas.

No comunicado, a empresa refere que Malilongue apresenta semelhanças geológicas com o depósito Strange Lake, no Canadá, que dispõe de reservas estimadas em 230 milhões de toneladas.

Em Malilongue foram recolhidas 1 800 amostras de solos utilizando para o efeito um sistema de grelhas, tendo os resultados de uma das zonas revelado uma zona geo-química importante com a ocorrência de lítio, tântalo e estanho.

A Kimberley Rare Earths, empresa cotada na Bolsa de Valores da Austrália, está envolvida na exploração do depósito Cummins Range, na Austrália Ocidental, que é um dos 20 depósitos de terras raras formalmente definidos à escala mundial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH