Fundo Nacala de desenvolvimento agrícola é hoje apresentado em Maputo, Moçambique

19 July 2012

O Fundo Nacala, uma iniciativa que pretende contribuir para o desenvolvimento regional do Corredor de Nacala, através da atracção de investimentos, sobretudo para a área do agro-negócio, é hoje apresentado em Maputo, informou o matutino Notícias, de Maputo.

O projecto é uma iniciativa promovida pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Ministério da Agricultura de Moçambique, Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Agência para a Cooperação Internacional do Japão (JICA), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Moçambique.

Mais do que desenvolver a região ao norte de Moçambique, “o fundo visa transformar o Corredor de Nacala num importante pólo de desenvolvimento, pois possui excelentes condições para produção de alimentos”, salienta César Cunha Campos, director da FGV Projectos, num comunicado divulgado em Maputo.

O acordo de cooperação para a constituição do Fundo Nacala foi assinado no início do mês em Brasília pelos governos do Brasil, do Japão e de Moçambique.

O fundo de investimento deverá angariar numa fase inicial 2 mil milhões de dólares, que serão aplicados na promoção do intercâmbio de conhecimentos técnicos entre o Brasil e o Japão para o desenvolvimento da agricultura em Moçambique.

César Cunha Campos disse na ocasião que o fundo deve beneficiar 10 milhões de moçambicanos, através do apoio a explorações agrícolas familiares e de média e grande dimensões e acrescentou que a angariação de recursos centrar-se-á na iniciativa privada, devendo o Japão contribuir com mil milhões de dólares e o Brasil com um montante igual. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH