Dois projectos de exploração de diamantes na Lunda Norte, em Angola, vão ser retomados

23 July 2012

Dois contratos de prospecção e exploração de diamantes foram assinados segunda-feira, em Luanda, entre a Empresa Nacional de Diamantes (Endiama) e os parceiros Endiama Mining, subsidiária da sociedade gestora de participações sociais, e as empresas Sitramal, Jall, Saccir e a Solaris, informou a agência noticiosa angolana Angop.

O primeiro contrato é referente ao projecto de prospecção de Cacuala, localizado no município do Lucapa, província da Lunda Norte, a ser executado numa área de 463 quilómetros quadrados, em que a Endiama Mining controla uma participação de 25%, a Solaris 40%, a Sitramar 12,5%, a Jall 12,5% e a Saccir 10%.

O projecto tem um investimento inicial de 25 milhões de dólares que poderá aumentar até aos 50 milhões de dólares.

O segundo contrato refere-se ao projecto de exploração Yetyene, localizado igualmente na Lunda Norte, vila de Camissombo, que dispõe de um investimento inicial de 10 milhões de dólares e vai ser executado numa área de 508 quilómetros quadrados.

Juntam-se à concessionária nacional nesta iniciativa, a Endiama Mining, que controla uma participação de 27%, a Solaris com 40% e o consórcio Yetyene com 33%.

Na cerimónia de assinatura, o presidente do conselho de administração da Endiama, Carlos Sumbula, afirmou que os contratos assinados se enquadram na estratégia de arranque dos projectos mineiros paralisados. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH