Governo de Cabo Verde lança programa-piloto de hidroponia

26 July 2012

O governo de Cabo Verde lançou um projecto-piloto de hidroponia ou agricultura em água para incentivar a participação e o investimento do sector privado na modernização da agricultura no arquipélago, disse a ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortet.

O projecto, financiado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), prevê a instalação de 16 unidades hidropónicas piloto em todo o país, numa parceria público-privada, disse ainda a ministra citada pela agência noticiosa cabo-verdiana Inforpress.

Trata-se de uma iniciativa que faz parte das medidas que vêm sendo empreendidas para a execução de uma nova agricultura no arquipélago, conforme prevê o programa do governo, o qual congrega diferentes projectos, alguns dos quais já em curso, e dá um novo impulso às parcerias público-privadas nas actividades de desenvolvimento rural.

Depois de presidir à sessão de lançamento do projecto, a ministra Eva Ortet disse que cada beneficiário deste projecto-piloto de hidroponia terá também de contribuir com 50% dos custos das instalações hidropónicas, a ser financiado no âmbito de uma linha de crédito para a expansão do negócio.

Além desse projecto-piloto, cujos beneficiários serão escolhidos através de concurso público a lançar “brevemente”, a governante recordou que várias unidades de produção hidropónica e de cultivos protegidos, de tipologia diversas, têm sido instaladas a nível nacional, quer por iniciativa dos produtores, quer com o apoio dos projectos do Ministério do Desenvolvimento Rural (MDR) ou de outros parceiros.

Segundo Eva Ortet, o projecto-piloto, que acaba de ser lançado, foi “projectado” para funcionar em rede com a Escola Nacional de Hidroponia que deve entrar em funcionamento dentro de dois meses. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH