Governo português anunciou privatização da companhia aérea de bandeira TAP – Air Portugal

2 August 2012

A sociedade gestora de participações sociais TAP, SGPS, que controla a transportadora aérea de bandeira TAP – Air Portugal, vai ser privatizada pelo Estado português, de acordo com a decisão quinta-feira anunciada em Lisboa no final da reunião do Conselho de Ministros.

O comunicado divulgado no final da reunião informa que o governo decidiu vender a própria SGPS, aplicando uma “estratégia integrada de alienação, que se considera especialmente adequada a assegurar a maximização do valor da TAP”.

No entanto, nesta operação que o governo português pretende concluir até ao final do ano, o encaixe, a existir, deverá ser diminuto, atendendo a que o grupo TAP apresenta um passivo de 1,2 mil milhões de euros.

O processo de venda vai integrar duas fases, a primeira das quais será constituída por uma ou mais operações de aumento de capital da TAP, SGPS, “a subscrever por um ou mais investidores, bem como pela alienação de acções representativas do capital social da TAP, SGPS a um ou mais investidores”.

A segunda fase, reservada a trabalhadores, será efectuada através de uma oferta pública de venda de acções representativas do capital social da TAP, SGPS.

O governo informou que ambas as operações “podem ser efectuadas total ou parcialmente, numa ou mais vezes, simultaneamente ou em momento anterior ou posterior entre si”.

Esta operação deverá ser efectuada em paralelo com a venda da estatal Aeroportos de Portugal (ANA), tendo para a privatização da transportadora aérea sido referido o interesse de grupos como o IAG, que controla a British Airways e a Iberia, a colombiana Avianca, a Latam, que resultou da fusão da brasileira TAM e da chilena LAN, a Qatar Airways ou a Turkish Airways.

O processo das duas privatizações está a ser liderado pelos secretários de Estado das Obras Públicas, Sérgio Monteiro e do Tesouro Maria Luís Albuquerque e pelo consultor António Borges sendo assessores financeiros os bancos Credit Suisse, Citigroup, Barclays e Espírito Santo de Investimento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH