Governo de Moçambique estuda aquisição das infra-estruturas de telefonia móvel do país

5 August 2012

O governo de Moçambique encomendou um estudo para determinar a natureza e o modelo de funcionamento da entidade que irá gerir as infra-estruturas de telecomunicações propriedade das três empresas de telefonia móvel a operar no país, informou o ministro dos Transportes e Comunicações.

De acordo com o diário estatal Notícias, de Maputo, o ministro Paulo Zucula não deu muitos mais pormenores sobre este assunto mas adiantou que a ideia é comprar as infra-estruturas da Moçambique Celular, Vodacom e Movitel e investir na construção de outras, no âmbito da melhoria de qualidade dos serviços.

Paulo Zucula é da opinião que uma vez libertadas da gestão das infra-estruturas e das dívidas contraídas para a sua construção, as empresas poderão ocupar-se, a tempo inteiro, das operações de telecomunicações.

“Encomendámos um estudo para averiguar a possibilidade de termos uma empresa ou uma entidade governamental ou paraestatal que possa comprar toda a infra-estrutura a fim de a gerir ao serviço das operadoras”, frisou Paulo Zucula.

O ministro disse que o estudo pretende averiguar se tal aquisição faz sentido, “embora do ponto de vista teórico pareça racional, tendo em atenção que aos livrarmos as empresas dos custos associados libertamos a sua capacidade de investimento.”

O governo de Moçambique está, igualmente, a estudar a viabilidade da unificação do licenciamento de telefonia fixa e móvel e de acesso à Internet aos novos operadores que pretendam entrar no mercado moçambicano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH