Grupo britânico Obtala Resources obteve mais duas concessões florestais em Moçambique

15 August 2012

O governo de Moçambique aprovou os pedidos apresentados pelo grupo Obtala Resources para a concessão de duas novas concessões florestais, informou terça-feira o grupo cotado no mercado alternativo de investimento da Bolsa de Valores de Londres.

As duas novas concessões, com uma área conjunta de 117 618 hectares, localizam-se nas províncias de Cabo Delgado e Nampula, de onde o grupo irá extrair anualmente 8994 metros cúbicos de madeiras de elevado valor comercial.

No comunicado enviado ao regulador de mercado, o grupo menciona a existência nas duas concessões de espécies como o pau-preto africano, nas duas concessões localizadas a menos de 200 quilómetros de infra-estruturas portuárias.

O presidente do grupo, Francesco Scolaro, disse que a produção de chulipas (travessas para caminho-de-ferro) é já um negócio rentável dando emprego a mais de 300 pessoas e acrescentou que, além do processamento de madeira para exportação, a Obtala Resources foi contactada no sentido de produzir mobiliário e outros artigos em madeira para o mercado interno moçambicano.

Em comunicado recente, o grupo anunciou ir fornecer um total de 33 200 chulipas à Vale Moçambique para melhorar a infra-estrutura ferroviária na região norte de Moçambique.

A empresa Montara Continental Corp, controlada a 75% pelo grupo Obtala Resources, garantirá o contrato, sendo que o grupo está em negociações com a subsidiária moçambicana do grupo brasileiro Vale no sentido de aumentar a encomenda. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH