Zonas rurais de Moçambique com 33 postos de abastecimento de combustíveis líquidos

19 August 2012

O Fundo Nacional de Energia (Funae) de Moçambique despendeu cerca de um milhão de meticais na construção de 33 postos de abastecimento de combustíveis líquidos nas zonas rurais dos 45 previstos para as províncias do país, exceptuando Maputo, disse a presidente da instituição.

Citada pelo matutino Notícias, de Maputo, Miquelina Menezes disse em Nampula que a construção dos postos enquadra-se no âmbito da execução do Programa de Incentivo Geográfico iniciado em 2008 e cujo termo está previsto para o ano em curso.

Menezes reconheceu que o Funae foi confrontado com alguns constrangimentos relacionados com obras que ainda não foram acabadas, cujos empreiteiros demonstraram algumas fragilidades para a sua execução, embora outros tenham executado os contratos adjudicados nas datas previstas.

Os abandonos, segundo a presidente do Fundo Nacional de Energia, foram registados nas províncias de Manica, Tete e em Cabo Delgado onde os empreiteiros contratados apresentaram dificuldades de ordem financeira e fraca capacidade técnica.

A província de Nampula é até ao momento aquela que beneficiou com a construção de maior número de postos de abastecimentos nas zonas rurais com um total de seis, seguida das do Niassa e Gaza ambas com cinco cada.

A entrada em funcionamento dos postos de abastecimento de combustíveis nas zonas rurais permitiu melhorar a qualidade do produto fornecido, estabilizar os preços evitando a especulação e encurtar as distâncias que os consumidores eram forçados a percorrer para os adquirir. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH