Exploração legal de rubis em Cabo Delgado, Moçambique, já se iniciou

26 August 2012

A extracção industrial de rubis em Namanhumbir, distrito de Montepuez, província de Cabo Delgado, iniciou-se na passada semana depois de um longo e complicado processo de sensibilização da população local que reivindicava a propriedade da área, informou o jornal Notícias, de Maputo.

A actividade está a ser desenvolvida pela concessionária Montepuez Ruby Mining, Lda, uma parceria constituída pelas empresas moçambicana Mwiriti Lda, com uma participação de 25% e britânica Gemfields, com os restantes 75%.

A actividade iniciou-se com a entrada em funcionamento da maquinaria que a empresa adquiriu e que se encontrava no local desde Abril passado.

O director provincial dos Recursos Minerais e Energia, Ramiro Nguiraze, garantiu ao jornal que os aspectos de carácter ambiental estão acautelados, tendo a Montepuez Ruby Mining de assegurar a minimização das alterações causadas, principalmente nas zonas de floresta, com as actividades mineiras.

A área que foi escolhida como a primeira a ser explorada, de 50 por 50 metros, coincide com aquela cobiçada pelos garimpeiros ilegais, que a haviam apelidado de “maningue nice” (muito boa), pondo assim termo em definitivo às expectativas dos ilegais relativamente à sua continuidade na exploração daquela pedra preciosa.

A Gemfields já investiu cerca de cinco milhões de dólares neste projecto, que deverá aumentar para 25 milhões de dólares no decurso dos próximos cinco anos.

A segunda pedra mais dura depois do diamante, o rubi é basicamente usado na fabrico de objectos de adorno sendo possível que a região de Montepuez albergue o maior depósito mundial de rubis. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH