Comércio entre a China e países de língua portuguesa atingiu 75,91 mil milhões de dólares de Janeiro a Julho

30 August 2012

O comércio entre a China e os oito países de língua portuguesa cifrou-se em 75,91 mil milhões de dólares de Janeiro a Julho, um acréscimo de 20% relativamente ao período homólogo de 2011, de acordo com dados oficiais das alfândegas da China divulgados em Macau.

Nos primeiros sete meses do ano, a China importou dos oito países bens no valor de 53,12 mil milhões de dólares e exportou mercadorias cujo valor ascendeu a 22,78 mil milhões de dólares, assumindo um défice comercial de 30,34 mil milhões de dólares.

Esse défice ocorreu fundamentalmente nas trocas comerciais com o Brasil e Angola, países que venderam à China bens no valor de 51,96 mil milhões de dólares e adquiriram mercadorias com um valor de 20,63 mil milhões de dólares.

No caso do Brasil, a China adquiriu bens no montante de 31,1 mil milhões de dólares e vendeu bens no valor de 18,63 mil milhões de dólares, absorvendo um défice comercial de 12,47 mil milhões de dólares.

Mas o maior défice comercial ocorreu com Angola, país que vendeu à China mercadorias no valor de 20,86 mil milhões de dólares, basicamente petróleo e que comprou bens no valor de 2,09 mil milhões de dólares.

Com Portugal, terceiro parceiro comercial da China no conjunto dos oito países de língua portuguesa, a situação inverteu-se com a China a registar um saldo positivo de 523 milhões de dólares, decorrentes de vendas no valor de 1,44 mil milhões de dólares e compras no montante de 925 milhões de dólares.

Moçambique, por seu turno, trocou bens com a China no valor de 751 milhões de dólares, sendo 524 milhões de dólares respeitantes a exportações chinesas e 227 milhões de dólares a vendas de produtos moçambicanos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH