Moçambique precisa de produzir mais peixe

4 September 2012

Moçambique precisa de aumentar os níveis de produção anual do pescado para alcançar o consumo ideal “per capita” estimado em cerca de 18 quilogramas, contra os actuais 10,5, disse o ministro moçambicano das Pescas, citado pela agência noticiosa moçambicana AIM.

O ministro Victor Borges disse ainda a produção anual de pescado situa-se actualmente em 200 mil toneladas, número que é necessário duplicar para que se possa atingir o referido consumo ideal “per capita”.

“Precisamos de continuar a promover a aquacultura para alcançar os níveis desejados de consumo”, disse Borges, que recentemente visitou a província de Maputo, sul de Moçambique, onde procurou encorajar as populações e diversas organizações a envolverem-se na criação de peixe, através de construção de tanques.

“Os níveis ideais de consumo de pescado ainda estão distantes, mas este grande empenho e vontade de praticar a aquacultura poderão nos conduzir, muito rapidamente, ao caminho a que queremos chegar”, disse Borges.

O Ministro reconheceu que na província de Maputo, embora tenham sido dados alguns passos, a aquacultura ainda está numa fase inicial.

“O crescimento do peixe não é ainda ideal, uma vez que se situa em 150 gramas ou 200 gramas, mas nós estamos a procura de um crescimento de 300 a 350 gramas, pelo que é necessário aumentar e melhorar os tanques, melhorar a qualidade dos alevinos e promover a alimentação para os peixes”, adiantou o ministro. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH