Importação pelo Malawi de energia eléctrica produzida em Moçambique vai demorar anos

9 September 2012

A concretização da ligação eléctrica entre Moçambique e o Malawi a partir da Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), em Tete, vai demorar alguns anos, revelou na passada semana, em Maputo, o ministro de Energia, Salvador Namburete.

Em declarações à Rádio Moçambique, o ministro disse que a construção de uma linha de transporte de energia da subestação de Matambo em Tete até ao Malawi vai levar cerca de dois anos, sendo necessário antecipadamente mobilizar fundos estimados em cem milhões de dólares.

O Malawi enfrenta uma crise no abastecimento de energia eléctrica, crise que vai piorar até Dezembro, de acordo com as autoridades do país, altura em que se prevê a conclusão dos trabalhos de manutenção da uma das centrais hidroeléctricas instaladas ao longo do rio Chire.

Em Maio passado, Moçambique e o Malawi assinaram um memorando de entendimento na área de energia visando reactivar o interesse malawiano na importação da energia de Cahora Bassa, projecto que havia sido rejeitado pelo falecido presidente Bingu wa Mutharika. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH