Anadarko Petroleum e ENI em conversações para exploração conjunta de gás natural em Moçambique

12 September 2012

O grupo norte-americano Anadarko Petroleum Corp está a negociar com o grupo italiano ENI a construção de uma unidade de processamento de gás natural em Moçambique para o desenvolvimento conjunto das reservas já descobertas, disse à Dow Jones Newswires o vice-presidente Scott Moore.

Os dois grupos, que funcionam como operadores em dois consórcios a prospectar hidrocarbonetos em Moçambique, efectuaram já descobertas em separado de grandes depósitos de gás natural, com a Anadarko Petroleum a ter anunciado a descoberta de 50 biliões de pés cúbicos e a ENI 70 biliões de pés cúbicos.

À margem de uma conferência realizada em Singapura, Scott Moore disse que a construção de uma unidade de processamento, incluindo os gasodutos necessários para transportar o gás, tem um custo estimado em 15 mil milhões de dólares.

Um porta-voz do grupo italiano confirmou as conversações em curso com o grupo norte-americano mas escusou-se a comentar a possibilidade de as duas empresas avançarem em conjunto na exploração do gás natural em Moçambique.

O grupo norte-americano, que funciona como operador na Área 1 da bacia do Rovuma, no mar do norte de Moçambique, onde controla uma participação de 36,5%, tem como parceiros a Mitsui & Co do Japão, com 20%, as empresas indianas Bharat Petroleum Corp. e Videocon Industries Ltd. com 10% cada, a irlandesa Cove Energy com 8,5%, entretanto adquirida pelo grupo PTT da Tailândia e a empresa estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos com 15%. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH