Oceanfresh Seafood Division, do grupo Lonrho, com exclusivo da pesca do atum em Moçambique

12 September 2012

O governo de Moçambique concedeu o exclusivo da pesca de atum nas 12 milhas de águas territoriais e nas 200 milhas da Zona Económica Exclusiva à empresa Oceanfresh Seafood Division, subsidiária do grupo britânico Lonrho, de acordo com um comunicado quarta-feira divulgado pelo grupo.

O grupo informou ainda que a concessão foi atribuída por um período de cinco anos, durante os quais a Oceanfresh Seafood Division está autorizada a capturar anualmente 12 mil toneladas de atum.

O comunicado salienta o facto de tratar-se da primeira vez que o governo de Moçambique atribui direitos de pesca por mais de um ano e coincide com a modernização e ampliação das unidades de frio e de processamento de pescado da Oceanfresh no porto de pesca de Maputo.

“O investimento a ser efectuado fará com que o porto de Maputo venha a dispor das maiores instalações de processamento de pescado em Moçambique com uma área de 6 mil metros quadrados”, adianta o comunicado do grupo Lonrho.

O atum a ser capturado no período de Novembro a Maio será exportado para o Japão e nos restantes meses para o mercado dos Estados Unidos da América. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH