Grupo chinês CITIC apoia desenvolvimento da agricultura em Angola

19 September 2012

O grupo empresarial chinês CITIC está a apoiar o desenvolvimento da agricultura nas províncias do Uíge e Malanje com a criação de centros de estudo e de investigação agrária, afirmou quarta-feira, em Luanda, o presidente do grupo, Chang Zhenming.

Citado pela agência noticiosa angolana Angop, Chang disse que a intervenção dos técnicos chineses no processo foi abordada terça-feira, na capital angolana, num encontro em que a comitiva chinesa manteve com o ministro da Agricultura e Pescas, Pedro Canga.

No caso de Malanje o projecto encontra-se em fase mais avançada, visto que foi já construído naquela província um centro moderno de investigação agrária, cujo funcionamento está a ser garantido por técnicos chineses.

O presidente do grupo CITIC disse ainda que um grupo já seleccionado de 28 técnicos angolanos seguirá para a China, a fim de formação superior ao longo de dois anos.

Após a conclusão dos estudos, os membros daquele grupo irão assegurar o funcionamento do centro de investigação agrária de Malanje, indo ainda apoiar outras instituições do ramo, incluindo a da província do Uíge.

O grupo CITIC, constituído por mais de 60 empresas de vários ramos, actua em diversos sectores, entre os quais finanças, agricultura. imobiliário, telecomunicações e indústria (fabrico de máquinas e equipamentos). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH