Investidores brasileiros interessados no calcário existente em Moçambique

23 September 2012

Investidores brasileiros manifestaram-se interessados em explorar os depósitos de calcário de grande dimensão existentes em pelo menos quatro distritos da província de Nampula, disse o inspector provincial e porta-voz da Direcção dos Recursos Minerais e Energia, Fila Lazaro.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, Lazaro disse ainda que os investidores pretendem utilizar o calcário na correcção de solos ácidos, através da sua adição e na produção de “clínquer”, matéria-prima utilizada na produção de cimento.

Equipas de consultores da área de minerais contratados pelos investidores do Brasil visitaram recentemente os distritos costeiros de Nampula, Memba, Mossuril e Nacala, incluindo o interior de Monapo, numa missão que visou, fundamentalmente, averiguar as condições existentes em termos de vias de acesso para a exploração e escoamento do calcário para uma unidade fabril onde possa ser processado.

Os distritos de Monapo, Mossuril e Memba são vizinhos do de Nacala, cuja cidade dispõe de um sistema ferro-portuário para o escoamento de mercadorias do litoral para o interior e vice-versa.

Fila Lázaro disse acreditar que o calcário existente naqueles distritos possa interessar os investidores, até porque, além das condições de escoamento da produção, existem outros pressupostos que favorecem a construção de uma fábrica de processamento do minério, nomeadamente a energia eléctrica fiável da rede nacional, sem descurar dos benefícios fiscais decorrentes de funcionar numa Zona Económica Exclusiva. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH