Produção de açúcar em Moçambique deverá atingir este ano 470 mil toneladas

27 September 2012

As quatro empresas produtoras de açúcar a operar em Moçambique deverão conseguir os resultados previstos para 2012 não obstante as perturbações registadas no início da campanha, de acordo com o Centro de Promoção da Agricultura Comercial (Cepagri).

Em Moçambique, a época açucareira inicia-se, normalmente, no segundo trimestre de cada ano, entre os meses de Abril e Maio e dura, em média, seis meses, podendo ir até sete meses dependendo das condições agrícolas e climatéricas e da disponibilidade de matéria-prima.

Citando números do Cepagri, o diário Notícias, de Maputo, informou que as quatro empresas, Marromeu, Mafambisse, Xinavane e Maragra, processaram até ao final do primeiro semestre 964,4 mil toneladas de cana-de-açúcar de que resultou uma produção de 102,2 mil toneladas de açúcar e 34,2 mil toneladas de melaço.

As mais recentes estimativas indicam que a indústria irá produzir 3,9 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, 470 mil toneladas de açúcar e 154,6 mil toneladas de melaço.

O Cepagri informou que com esta produção prevista para 2012, o país estará em condições de satisfazer as necessidades do mercado nacional e dispor ainda de excedentes estimados em 250 mil toneladas para exportação.

Todo o açúcar exportado deverá será enviado para a União Europeia ao abrigo de duas opções – os Acordos de Parceria Económica e a Iniciativa EBA (Tudo Menos Armas). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH