Grupo português Sonae vai investir 102,9 milhões de dólares em Angola

3 October 2012

O grupo português Sonae vai investir 102,9 milhões de dólares em Angola, nos termos do acordo segunda-feira assinado com a Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP) para a abertura de pelo menos 5 hipermercados da marca Continente naquele país.

A assinatura do contrato com a ANIP surge mais de um ano depois de o grupo Sonae ter fechado uma parceria com a Condis, da empresária angolana Isabel dos Santos, na qual detém uma participação de 49%.

O presidente executivo do grupo, Paulo de Azevedo, disse ao jornal Diário Económico que a assinatura do contrato representou mais um passo no projecto de Angola indo o grupo “actualizar o plano de negócios de forma a prosseguir com o projecto já anunciado ao mercado.”

No mercado angolano, a Sonae pretende ainda avançar com a formação de colaboradores e futuros gestores de lojas, constando do contrato assinado com a ANIP uma escola especializada no retalho.

A marca do universo Sonae MC tem ainda autorização do governo de Angola para comercializar alimentos na província de Huambo, o que deixa em aberto a eventual expansão do Continente naquele mercado.

Este é o primeiro investimento internacional da Sonae no segmento alimentar, uma vez que até à data apenas o retalho não-alimentar contava com presença no mercado internacional, com destaque para a Sonae Sierra, a marca de vestuário infantil Zippy, a WeDo Technologies e a MDS, na área de corretagem de seguros.

Na ocasião foram ainda assinados mais quatro contratos de investimentos, no valor de 16,9 milhões de dólares, entre a ANIP e as empresas Lucky Line, Snecou Group-Angola, Pratiker e Jsy-Angola, originárias da Mauritânia, Nigéria, Turquia e China, respectivamente, nos sectores da construção civil, indústria e comércio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH