Investidores estrangeiros pretendem constituir em Moçambique banco imobiliário

16 October 2012

Moçambique poderá contar a partir de 2013 com uma instituição bancária especializada na concessão de crédito à habitação bem como no financiamento de projectos de construção de casas, informou o jornal moçambicano Canalmoz.

De acordo com Keren Lalkin, presidente da CEO, uma sociedade financeira com sede em Madrid, Espanha, instituição responsável por este projecto, o futuro banco será constituído com um capital social inicial de 800 milhões de dólares.

Constituído na totalidade por capitais de investidores estrangeiros, nomeadamente de espanhóis, sul-africanos e norte-americanos, o banco, ainda sem designação nem autorização, pretende começar a funcionar em Moçambique no primeiro trimestre de 2013.

“Estamos a desenvolver esforços para que o banco entre em funcionamento dentro dos próximos seis meses”, disse Lalkin, que acrescentou que o projecto visa responder aos desafios que Moçambique enfrenta no sector da habitação. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH