Governo de Moçambique preocupado com atrasos do grupo Coal India na exploração de carvão

17 October 2012

O governo de Moçambique está preocupado com os atrasos inexplicáveis por parte da estatal indiana Coal India em iniciar a exploração de dois blocos carboníferos em Moçambique, afirmou em Nova Deli o vice-ministro moçambicano dos Recursos Minerais Abdul Razak Noormahomed.

Citado pelo The Wall Street Journal, o vice-ministro adiantou que o governo moçambicano tem estado a “cooperar com a Coal India a fim de que a empresa possa respeitar os compromissos a que se obrigou.”

O jornal cita ainda um responsável governamental indiano que, pedindo anonimato, declarou que além da exploração mineira propriamente dita, a Coal India tem ainda de pôr em funcionamento um instituto de formação centrado na actividade mineira carbonífera “o que até à data ainda não aconteceu.”

O presidente do grupo, S. Narsing Rao, reconheceu a existência de atrasos, adiantou terem sido feitos “progressos consideráveis em Moçambique nos últimos três a quatro meses” e frisou que o contrato de exploração será assinado nas próximas duas semanas e que as operações no terreno começarão o mais tardar em Dezembro. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH