Angola duplicou num ano importação de vinhos da região portuguesa do Alentejo

18 October 2012

Angola importou em 2011 cerca de 4,2 milhões de litros de vinhos da região portuguesa do Alentejo, quase que duplicando num ano o volume importado, afirmou em Luanda Maria Amélia Vaz da Silva, da Comissão Vitivinícola do Alentejo, ao diário angolano O País.

Escusando-se a divulgar valores, “que são confidenciais entre produtores e importadores”, aquela responsável preferiu colocar a ênfase no número de litros, dizendo que de 2010 para 2011 assistiu-se a uma quase duplicação, com aquele montante a ter passado de 2,3 milhões para 4,2 milhões.

À margem de uma prova de vinhos realizada em Luanda, evento que foi dirigido a profissionais da hotelaria e restauração, supermercados e lojas especializadas, Maria Amélia Vaz da Silva acrescentou que a importação por Angola de vinhos naquela região tem um peso muito importante na economia do Alentejo.

“Angola é o nosso principal mercado, é um país em que se aprecia muito os vinhos do Alentejo e que está a crescer de forma gradual no que se refere à apreciação de vinhos de grande qualidade”, disse.

A CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana foi criada em 1989 e é um organismo de direito privado e utilidade pública que certifica os vinhos DOC Alentejo e os vinhos regional Alentejo, sendo responsável pela promoção dos Vinhos do Alentejo tanto no mercado português como em mercados-alvo internacionais.

A sua actividade é financiada com a venda dos selos de certificação que integram os contra-rótulos dos vinhos do Alentejo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH