Sonangol passou a ser o maior accionista do Banco Comercial Português

23 October 2012

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) passou a ser o maior accionista do Banco Comercial Português ao reforçar a participação para 15,08% com a aquisição de 40 milhões de acções no mercado secundário, de acordo com um comunicado divulgado segunda-feira.

A Sonangol, que tem autorização do Banco de Portugal para atingir uma participação de 20% no BCP, deverá ter despendido 3 milhões de euros com a aquisição das acções, aumentado a sua participação do BCP para 2,9 mil milhões de acções que valem, a preços de mercado, 235 milhões de euros.

No comunicado divulgado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o regulador do mercado, informa-se ainda que o grupo belga-holandês Ageas entrou no capital do BCP, durante o aumento de capital, e tem cerca de 1,6%, posição não qualificada que, como tal, não tem de ser comunicada.

Por outro lado, o Banco Sabadell, cujo interesse no BCP é estratégico, reforçou ligeiramente de 3,97% para 4,3%, porque a operação de aumento de capital, dada a forte procura, não permitiu um reforço maior.

Imediatamente a seguir à Sonangol e ao Banco Sabadell surge o Grupo Estevão Neves, pertencente ao comendador José Estêvão Fernandes Neves ligado à indústria hoteleira da Madeira, que passou a deter uma participação de 3,21%, na sequência da aquisição de quase 550 milhões de títulos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH