PM de Cabo Verde defende aumento da dívida pública de Cabo Verde para 90% do PIB

25 October 2012

O primeiro-ministro de Cabo Verde admitiu que a dívida pública do país prevista no Orçamento de Estado para 2013 irá atingir 90% do Produto Interno Bruto (PIB) mas argumentou que o aumento de quase 10 pontos percentuais é sustentável em termos económicos.

Citado pela agência noticiosa portuguesa Lusa, José Maria Neves disse que o aumento de 80,1% para 90% do PIB previsto no Orçamento de Estado corresponde a empréstimos bonificados que têm baixas taxas de juro e longos períodos de amortização.

Nos termos da proposta de OE para 2013, a discutir na sessão parlamentar cabo-verdiana de Novembro, o governo prevê que a dívida pública externa suba de 60 para 70%, enquanto a interna se manterá em torno de 20%, totalizando 90% do Produto Interno Bruto (PB) cabo-verdiano.

José Maria Neves indicou, por outro lado, que o OE prevê que, em 2013, o défice orçamental baixe de 9,8% para 7,2%, sendo financiado fundamentalmente com recursos externos, também via empréstimos bonificados, devendo a economia crescer 5% e a inflação situar-se em 2,5%.

A proposta de OE para 2013 prevê despesas de 60,4 milhões de contos (711 milhões de dólares) e receitas de 47,3 milhões de contos (613 milhões de dólares). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH